[ editar artigo]

4 razões para NÃO usar o Spotify 'hackeado' que dá premium de graça

4 razões para NÃO usar o Spotify 'hackeado' que dá premium de graça

FONTE: TECHTUDO

4 razões para NÃO usar o Spotify 'hackeado' que dá premium de graça

Uso do APK modificado por desenvolvedores não oficiais é considerado pirataria digital

Download de versões craqueadas do Spotify podem ter como consequência o banimento de usuários do app oficial e celular virulento

Foto: Luciana Maline/TechTudo

Por Marcela Franco, para o TechTudo

19/02/2022

Spotify "hackeado" é uma versão modificada do app que permite o acesso ao serviço premium sem precisar pagar assinatura, como ouvir músicas sem anúncios e pular faixas quando desejado. Mas usar Spotify pirata é crime, e quem optar por baixar a versão falsa do aplicativo de streaming de áudio pode ser banido da plataforma original.

Além de aplicativos craqueados não estarem disponíveis na Google Play Store e App Store pelo risco de contaminação de smartphones com malwares, outro ponto negativo das versões piratas é que elas possuem limitações nas funcionalidades. Por exemplo, o Spotify hackeado não exibe a retrospectiva Wrapped de músicas e cantores mais ouvidos pelo usuário durante o ano. A seguir, explicamos os motivos para você NÃO baixar o Spotify hackeado ou craqueado.

1. Pirataria é crime

O serviço alterado está enquadrado como pirataria digital, pois a versão reproduz e distribui músicas sem autorização de artistas e do Spotify. Segundo a advogada Carla Rahal Benedetti, do escritório Viseu Advogados, o download e o compartilhamento ilegal de músicas e arquivos são considerados crimes pelo Art. 184. da legislação brasileira, por violação de direito autoral.

Quem utiliza produtos ilegais também pode sofrer consequências: "Aquele que consome, por uso de um aplicativo hackeado, músicas, ou qualquer outro entretenimento protegidos por direitos autorais, sem o devido crédito ao seu autor ou à plataforma que possui legitimidade para reproduzi-lo, pode, a depender da situação em que se envolveu, responder como coautor deste crime ou ainda pelo crime de receptação, previsto no art. 180, do Código Penal”, explica Benedetti.

Instalar Spotify hackeado pode se configurado como pirataria digitalInstalar Spotify hackeado pode se configurado como pirataria digital

2. Você pode ser banido do Spotify

Fazer o download e consumir músicas pelo Spotify hackeado pode gerar o banimento da sua conta, pois a prática vai contra as Diretrizes do Usuário. De acordo com o documento, não é permitido modificar o aplicativo para criar uma versão independente sem a autorização do Spotify, assim como reproduzir faixas por esses serviços.

O aplicativo de música já chegou a alertar por e-mail algumas pessoas que usavam a versão fake. Em mensagem aos usuários, a empresa disse ter detectado uma "atividade anormal" e, por esse motivo, desabilitou o APK. O comunicado também recomendou a instalação do aplicativo original pelas lojas oficiais. O Spotify finalizou o aviso explicando que, em casos de futuras violações, a conta poderia ser suspensa ou banida.

Spotify pode banir usuários que tenham o APK modificado instalado no celular — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudoSpotify pode banir usuários que tenham o APK modificado instalado no celular — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

3. APKs podem ser maliciosos

Outro risco ligado à instalação do Spotify hackeado é a contaminação do smartphone com vírus. Isso porque APKs modificados não passam pela verificação de proteção da Play Store e App Store, e tem mais chances de esconderem um código malicioso que vai além de alterar os recursos do aplicativo de música.

Segundo a empresa de cibersegurança Bitdefender, APKs modificados são as fontes que mais disseminam vírus em celulares. Os aplicativos maliciosos podem roubar dados bancários e do cartão de crédito, além de senhas e outras informações pessoais.

Spotify Wrapped 2021 mostra retrospectiva de músicas na plataforma — Foto: Thássius Veloso/TechTudoSpotify Wrapped 2021 mostra retrospectiva de músicas na plataforma — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

4. Você fica sem Spotify Wrapped

A versão do Spotify pirata não permite fazer a tão conhecida retrospectiva musical porque as atividades do aplicativo craqueado não são monitoradas pelo streaming. O recurso reúne os dados de consumo do usuário ao longo do ano e exibe informações, como artistas, gêneros musicais, músicas mais reproduzidas, entre outras.

A retrospectiva ganha edições com diferentes layouts e categorias todos os anos. Quando o recurso é liberado, usuários costumam dividir as estatísticas musicais com amigos nas redes sociais, o que faz a prática sempre virar trend no Instagram.

Spotify Wrapped reúne estatísticas do uso do app ao longo de um ano — Foto: Reprodução/TechTudoSpotify Wrapped reúne estatísticas do uso do app ao longo de um ano — Foto: Reprodução/TechTudo

https://www.techtudo.com.br/listas/2022/02/4-razoes-para-nao-usar-o-spotify-hackeado-que-da-premium-de-graca.ghtml

Ler conteúdo completo
Indicados para você