[ editar artigo]

COMUNICADO - Pedido de Recuperação Judicial da Alumini

Em razão de, até o momento, não terem sido liberados pela Petrobras os créditos em favor da Alumini Engenharia, que somam mais de R$ 1,2 bilhão, conforme amplamente noticiado, e diante das acusações infundadas e notícias inverídicas que vêm afetando seu crédito, não restou à empresa outra alternativa a não ser pedir recuperação judicial para assegurar os empregos de seus mais de 6 mil funcionários (sendo cerca de três mil apenas no Comperj) e a manutenção de suas atividades. O pedido foi protocolado nesta quinta-feira (15/1). 

A decisão foi tomada após várias tentativas infrutíferas da empresa de receber seus créditos referentes a serviços prestados à Petrobras. 

 

Tão logo o pedido seja deferido pela Justiça, a Alumini Engenharia iniciará a elaboração de seu plano de recuperação, que será apresentado aos credores para aprovação.

 

A Alumini Engenharia, que atua no mercado há 55 anos e sempre foi reconhecida por sua competência e eficiência, reafirma seu compromisso de continuar desenvolvendo um trabalho extremamente profissional e de qualidade.

 

Todas as atividades da Alumini Engenharia serão mantidas nos setores de Óleo e Gás, Energia Elétrica e Construção Civil.

TAGS
Ler conteúdo completo
Indicados para você